Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

Virtualidades do comentador moderno

O comentador moderno é um animal estranho que não consegue estar calado mais de 5 segundos seguidos nem ser coerente mais de 10. O comentador moderno acha que certos temas não têm interesse para quem o escuta, mas fala deles na mesma. O comentador moderno adora fazer discursos semi-filosóficos sobre o “futebol moderno”, debruçando-se com gusto sobre temas como a importância da polivalência dos jogadores, a altura dos centrais ou a diagonalidade da movimentação do árbitro. O comentador moderno habita um mundo à parte, onde a gramática ainda não foi inventada e a concordância não passa de uma miragem. O comentador moderno é uma criatura de vícios e fixações: se o irritam uma vez, irritam-no sempre. O comentador moderno é míope mas recusa-se a usar óculos ou sequer a consultar o oftalmologista. O comentador moderno elogia a “virtualidade” dos jogadores e a “arquitectação” das jogadas. O comentador moderno regozija-se por ser secundado por comentadores que combinem uma visão analítica e descomprometida do futebol com o dom da palavra, como o Toni. O comentador moderno acha o vocábulo “Ronaldo” indissociável da expressão “melhor jogador do Mundo”. O comentador moderno é também publicitário, enumerando frequentemente os tópicos quentes do telejornal ou alertando para a “excelente novela” que se segue à partida e que o espectador “não vai querer perder”. O comentador moderno faz-nos querer fazer como o outro: desligar o som da televisão e pôr música clássica a tocar. Mas enfim. Pelo menos nem todo o comentador moderno é o Nuno Luz.  

tags:

Fábio Jesus às 15:20
link | comentar | favoritos
2 comentários:
De Lídia Gomes a 6 de Novembro de 2009 às 20:41
Faltou dizer que a palavra preferida do comentador moderno actualmente é "contemporizar".


De Luís Costa a 8 de Novembro de 2009 às 15:29
Detesto o caracolinhos.... É a pessoa mais irritante da face da terra.


Comentar post

▪ os pornógrafos

▪ pesquisar

 

▪ Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

▪ posts recentes

Maio

Apichatpong, dois

As quatro voltas

Apichatpong, um

Simpatias

Filmes difíceis

O adeus televisivo de uma...

Black Swan

Re-Animator

A rainha da galáxia

▪ tags

1982(1)

1985(1)

1989(1)

2004(3)

2006(11)

2007(67)

2008(75)

2009(46)

2010(8)

2011(1)

a música é a mãe de todos os vícios(16)

a música é mãe de todos os vícios(1)

apartes(3)

arte(2)

artwork(2)

cinema(190)

concertos(25)

críticas cinema(8)

críticas literatura(1)

críticas música(1)

efemérides(1)

entrevista(1)

festivais(2)

fotografia(1)

literatura(11)

momentos "saduf! muito bom!"(9)

música(231)

musica(1)

notícias cinema(1)

notícias música(7)

notícias televisão(3)

obituário(2)

off-topic(8)

pintura(2)

promessas(2)

quem escreve assim não é gago(7)

revistas(1)

televisão(101)

tops(7)

velhas pornografias(3)

videojogos(3)

todas as tags

▪ links

free tracking

▪ subscrever feeds