Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011

Laughter

 

No grande livro da “história do cinema” o nome de Harry d’Abbadie d’Arrast (1897-1968) é muito mais ignorado do que do que a grandiosidade aristocrática do seu nome faria prever. Figurativa e literalmente, já que tenho por aqui um (grande) livro com “a história do cinema” que ignora completamente o realizador argentino e até a versão em inglês da wikipédia, apesar da sua infinita sapiência, lhe dá o mesmo tratamento. O IMDb, que lhe dedica uma pequena biografia, conta que d’Arrast foi parar a Hollywood por acaso após conhecer um realizador franco-americano num hospital militar em plena Primeira Guerra Mundial, conseguindo eventualmente chegar a assistente de Chaplin em The Gold Rush e tornando-se realizador logo a seguir. Descontente, no entanto, com a ingerência dos produtores nos seus filmes, mudar-se-ia para a Europa onde, fazendo finalmente jus ao nome que os pais muito graciosamente lhe ofereceram, se dedicaria até ao fim da vida ao métier glamoroso de jogar roleta russa no casino de Monte Carlo. Da sua passagem pelos Estados Unidos ficou aquele que é provavelmente o seu filme mais conhecido, Laughter (1930), uma comédia romântica sobre um banqueiro e a sua não-inteiramente-realizada e ex-artista trophy wife que – surpresa! – acaba com uma lição sobre a importância metafórica do “riso” na vida. Filmado inteiramente com câmara fixa, como era apanágio da altura, sem invenções formais, não é um grande filme mas vale principalmente pela sofisticação – pelo padrão do cinema norte-americano dos anos 20 – do argumento e mostra o potencial de d’Arrast num género que entretanto se tornou sinónimo do nome de outro expatriado: Ernst Lubitsch.

tags:

Fábio Jesus às 18:24
link | comentar | favoritos

▪ os pornógrafos

▪ pesquisar

 

▪ Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

▪ posts recentes

Maio

Apichatpong, dois

As quatro voltas

Apichatpong, um

Simpatias

Filmes difíceis

O adeus televisivo de uma...

Black Swan

Re-Animator

A rainha da galáxia

▪ tags

1982(1)

1985(1)

1989(1)

2004(3)

2006(11)

2007(67)

2008(75)

2009(46)

2010(8)

2011(1)

a música é a mãe de todos os vícios(16)

a música é mãe de todos os vícios(1)

apartes(3)

arte(2)

artwork(2)

cinema(190)

concertos(25)

críticas cinema(8)

críticas literatura(1)

críticas música(1)

efemérides(1)

entrevista(1)

festivais(2)

fotografia(1)

literatura(11)

momentos "saduf! muito bom!"(9)

música(231)

musica(1)

notícias cinema(1)

notícias música(7)

notícias televisão(3)

obituário(2)

off-topic(8)

pintura(2)

promessas(2)

quem escreve assim não é gago(7)

revistas(1)

televisão(101)

tops(7)

velhas pornografias(3)

videojogos(3)

todas as tags

▪ links

free tracking

▪ subscrever feeds