Sábado, 27 de Fevereiro de 2010

Começa a roçar o ridículo a espécie de batalha campestre “António-Pedro Vasconcelos contra o mundo” que desde há um mês vem ocupando páginas do Ípsilon e que atingiu o estádio de “vale-tudo” na edição de ontem do Público. Compreende-se até certo ponto o grito de revolta disfarçado de crónica com que Vasco Câmara “respondeu” a uma entrevista de APV ao Ípsilon de 29 de Janeiro, texto obviamente polarizador mas cheio de questões e acusações bastante lógicas (é claro que não vai nem pode haver “um Clint Eastwood” português, mas se APV está assim tão convencido de que é essa a via para unir o cinema português ao grande público, por que não se esforça ele, que tem os tais subsídios que fazem falta a muita gente, por fazer filmes mais como os de Eastwood e menos como as telenovelas de Tozé Martinho?), e compreende-se também o “direito à resposta” que motivou a crónica do próprio APV na edição seguinte (embora não lhe fique nada bem o caminho do insulto barato à Bruno Nogueira – vide affair Slumdog – que escolheu para, mais que defender o seu ponto de vista, tentar desacreditar o de VC). O que não se compreende mesmo nada é que o Público não deixe a coisa por aí e permita que, no Ípsilon de ontem, surja uma crónica de Pedro Borges, “editor e produtor de filmes”, que, para além de vir completamente a despropósito e acrescentar muito pouco (“A Bela e o Paparazzo” fez pouco dinheiro, ok), está carregada do tipo de populismo manipulador e bacoco (dos três pontos de interrogação seguidos de três pontos de exclamação para demonstrar o “ultraje” àquele pedaço histérico sobre sair da sala e falar com o projeccionista porque “já lá ia quase uma hora e continuavam a passar anúncios”) que é precisamente um dos grandes problemas dos filmes de APV. Pedro Borges parece-me um senhor com bom gosto – é óptima a lista de filmes portugueses que apresenta como prova de que é no mínimo estranho um cineasta que um dia defendeu Rossellini e Godard afirmar que “A Canção de Lisboa” é o seu filme português favorito) – mas o seu texto não vem fazer serviço nenhum e limita-se a atirar achas para uma fogueira que teve piada enquanto ficou remetida (nas páginas do jornal) aos dois boxeurs no ringue mas que agora extravasou para uma rixa de rua que não interessa a ninguém e que só serve para manchar as páginas do jornal.


Fábio Jesus às 22:20
link | comentar | favoritos

I Think I'm a Contra

Sempre fui mais Before Sunset que Before Sunrise. Logo, naturalmente, sou mais Contra que Vampire Weekend. Vá-se lá perceber isto.

tags: ,

Lídia Gomes às 02:08
link | comentar | favoritos
Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Ah bom

The National confirmados no novo e (espera-se) melhorado Super Bock Super Rock.

tags:

Fábio Jesus às 19:08
link | comentar | comentários (6) | favoritos
Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2010

O melhor imobiliário

As salas não preparadas para receber concertos têm um quê de imprevisibilidade. Não percebi grande parte das palavras cantadas pelo Martin Courtney e o Matthew Mondanile, o senhor Ducktails, esse lutou uma hora inteira contra o feedback e levou uma coça, sempre com o fairplay e a indulgência de quem está nisto por amor à baixa-fidelidade. Vai-se a um concerto porque se quer agarrar o que se ouviu, tornar palpável o até agora etéreo. E isso não é só o som pobrete ou as luzes florescentes rascas que fazem. Vi um grande concerto quando o Martin Courtney quase se espalhou mesmo à minha frente e quando o público acompanhou tímido mas na mais profunda comunhão o Budweiser Sprite, do you feel alright? do Suburban Beverage. Vi um grande concerto quando o Beach Comber e o Fake Blues abanaram umas cabeças e quando no final aqueles quatro tipos ficaram alí, a rir, a mandar piadas, a beber umas cervejas com os fieis como se fossemos todos amigos há anos. Viva os verões no Garden State. Os Real Estate são caso sério.

tags:

Lídia Gomes às 13:25
link | comentar | comentários (1) | favoritos
Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2010

A senhora que faltava

Se entre Treme, Boardwalk Empire, Luck e agora Miraculous Year (realizado por Kathryn Bigelow) não está o tal próximo Sopranos vou ali e venho já.


Fábio Jesus às 00:36
link | comentar | comentários (1) | favoritos
Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010

Sou muito engraçada

Saber que o Franz Nicolay deixou os The Hold Steady almost killed me.

tags:

Lídia Gomes às 00:06
link | comentar | comentários (3) | favoritos
Sábado, 13 de Fevereiro de 2010

Cerveja e tremoços

Gosto muito do Úria, do Fachada e de outros que tal, mas a espécie de cover que os O'queStrada fizeram da Killing Me Softly da Roberta Flack é uma das coisas mais inspiradas da música portuguesa de tempos recentes. Tasca beat ao (que resta do) poder.

tags:

Fábio Jesus às 00:56
link | comentar | comentários (1) | favoritos
Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

Constatação existencial

O meu ano está a ser pouco melhor que o do Sporting. A pachorra, quando aparece, repele todo e qualquer esforço e anda longe aquele lampejo necessário para vir actualizar isto. Mas há que ter fé na sabedoria popular: melhores dias - para yours truly e para o estaminé - virão.


Fábio Jesus às 17:09
link | comentar | favoritos
Domingo, 7 de Fevereiro de 2010

I Know Where I’m Going! Revisited

tags:

Lídia Gomes às 12:07
link | comentar | favoritos
Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2010

O machado

Ainda aqui não tínhamos falado dessa palhaçada que vai lá para os lados do Rockefeller Center. Acho que não é preciso dizer muito mais, Big Chin volta à procedência, o Conan vai gozar umas férias e voltará sabe-se lá quando ou onde ou em que condições. E provavelmente sem The Interrupter, sem In the Year 3000, sem Celebrity Survey, pior, sem Noches de Pasión con Señor O'Brien (Conando!), porque os Jack Donaghys da vida real, que também devem estar cheiinhos de mama issues mas que têm menos de metade da piada, querem abocanhar sem dó nem piedade a obra de uma equipa de argumentistas que se esfolaram a trabalhar, porque não percebem que a única maneira de a NBC algum dia voltar a respirar é chapar com o tal SeinfeldVision - essa ideia de tomates da Tina Fey - por toda a programação e de repente encararmos com um Hiro Nakamura com ar de judeu a gritar "Yatta!" e nem o Brian Williams e o Matt Lauer escapavam. No clímax deste disparate um energúmeno qualquer resolveu que toda a rede social (sim, aquela começada por f e acabada em ook) devia ser conhecedor da sua energúmenalidade e gritou que achava muito bem, que o Jay Leno é que tinha graça e que o Conan era um escatológico. Apeteceu-me ripostar "A tua mãe é escatológica" mas no fundo percebi que era isso mesmo que tornava o Late Night with Conan O'Brien e agora o The Tonight Show aquela deliciosa insânia. Digam-me, quem mais poderia fazer de um urso onanista ou de um manatim excitado personagens absolutamente hilariantes? A sério. Mais, quem era capaz de se embriagar alarvemente numa vinha em Napa e mesmo assim conseguir não fazer disso um episódio dos Malucos do Riso?

 

Posto isto, não há lugar para os bons, o machado é implacável. E agora que o fenómeno Glee começou a roubar prémios a 30 Rock, qualquer dia haverá mais sarrabulho no edifício da General Electrics. E depois vai The Office. E não tarda é Chuck. E depois, o que é que uma pessoa vê? Two and a Half Men? É nestas alturas que me apetece pegar naquele carimbo que perseguia o pobre do Max Weinberg cada vez que ele fazia figura de urso e chapá-lo na testa desses engravatadinhos. Carimbo não, era mesmo ferro em brasa, assim como o Toadvine do Blood Meridian tinha a sua condição escarrada na sua frente, um "ass" assado ainda a fumegar não lhes ficava nada mal.


Lídia Gomes às 14:08
link | comentar | comentários (2) | favoritos

▪ os pornógrafos

▪ pesquisar

 

▪ posts recentes

Maio

Apichatpong, dois

As quatro voltas

Apichatpong, um

Simpatias

Filmes difíceis

O adeus televisivo de uma...

Black Swan

Re-Animator

A rainha da galáxia

▪ arquivos

Junho 2011

Maio 2011

Fevereiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

▪ links

free tracking

▪ subscrever feeds