Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

Sobre a descentralização



Tenho gostado de ver a (muito relativa, ainda) descentralização que se tem vindo a operar no panorama musical do nosso país, seja com o alargamento – embora ainda esteja algo duvidoso sobre a verdadeira funcionalidade da decisão – do Super Bock Super Rock ao Porto ou com o crescente número de concertos marcados para terras como Braga, Famalicão ou Leiria. Agora só falta as nossas estimadas distribuidoras cinematográficas se lembrarem de seguir o exemplo: é difícil compreender que 4 Luni, 3 Saptamani si 2 Zile, o filme vencedor da Palma de Ouro no último Festival de Cannes, que hoje estreou em Portugal, tenha exibição limitada a Lisboa e Porto, em 5 (!) e 3 salas, respectivamente. E o resto do país que espere pelo DVD.


Fábio Jesus às 23:33
link | comentar | favoritos

▪ os pornógrafos

▪ pesquisar

 

▪ Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

▪ posts recentes

Maio

Apichatpong, dois

As quatro voltas

Apichatpong, um

Simpatias

Filmes difíceis

O adeus televisivo de uma...

Black Swan

Re-Animator

A rainha da galáxia

▪ tags

1982(1)

1985(1)

1989(1)

2004(3)

2006(11)

2007(67)

2008(75)

2009(46)

2010(8)

2011(1)

a música é a mãe de todos os vícios(16)

a música é mãe de todos os vícios(1)

apartes(3)

arte(2)

artwork(2)

cinema(190)

concertos(25)

críticas cinema(8)

críticas literatura(1)

críticas música(1)

efemérides(1)

entrevista(1)

festivais(2)

fotografia(1)

literatura(11)

momentos "saduf! muito bom!"(9)

música(231)

musica(1)

notícias cinema(1)

notícias música(7)

notícias televisão(3)

obituário(2)

off-topic(8)

pintura(2)

promessas(2)

quem escreve assim não é gago(7)

revistas(1)

televisão(101)

tops(7)

velhas pornografias(3)

videojogos(3)

todas as tags

▪ links

free tracking

▪ subscrever feeds