Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

Momentos "Saduf! Muito Bom!" #6

 

Lost In Translation (Sofia Coppola, 2003), que vi no mais obscuro cinema da cidade, acabou por não corresponder  totalmente ás minhas enormes expectativas, culpa talvez do avassalador hype que rodeava a até então, última obra da menina Coppola. No entanto, é indiscutível a marca indelével que a película deixou nos mais inveterados cinéfilos, quer pelo seu magnífico (e algo sub-aproveitado) argumento mas principalmente pelo seu misterioso mas encantador final, que por si só, valeu o bilhete. As palavras que Bob Harris sussura a Charlotte são, ainda hoje, um enigma e, por isso, alvo de muita especulação. Mas cá para mim, prefiro continuar na ignorância e imaginar a minha própria versão... mas sempre ao som desse hino que é Just Like Honey, dos The Jesus and Mary Chain.


Lídia Gomes às 19:00
link | comentar | favoritos
5 comentários:
De ana a 17 de Setembro de 2007 às 21:54
uma das cenas mais belas de todo o cinema que vi, vejo e irei ver.

amor em bicos dos pés *



De miguel a 18 de Setembro de 2007 às 21:04
uma das minhas musicas preferidas num dos meus filmes preferidas. fantastico :D


De Ana Beatriz a 19 de Setembro de 2007 às 13:12
Um dos filmes da minha vida. :) *


De M.A. a 19 de Setembro de 2007 às 18:44
O que me deixou curioso em primeiro lugar em relação a este filme foi a música: alguns temas originais de Kevin Shields pela 1.ª vez em muitos anos e os restantes escolhidos pelo próprio. É de deixar qualquer indefectível dos My Bloody Valentine com água na boca.
Quanto ao filme propriamente dito, confesso que também não correspondeu às minhas expectivas. Um filmezito agradável, mas pouco mais. E o Bill Murray, no mesmo papel de sempre, já começa a cansar...
Sem ser, na minha opinião, uma obra-prima, podia ser bem pior, como o (agora) último da menina Coppola, por exemplo!


De mlp a 21 de Setembro de 2007 às 19:03
eu sou desses cinéfilos que acha este filme uma obra-prima dos diabos. música, actores, e a solidão que transporta em cada cena. mas isso sou eu.


Comentar post

▪ os pornógrafos

▪ pesquisar

 

▪ Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

▪ posts recentes

Maio

Apichatpong, dois

As quatro voltas

Apichatpong, um

Simpatias

Filmes difíceis

O adeus televisivo de uma...

Black Swan

Re-Animator

A rainha da galáxia

▪ tags

1982(1)

1985(1)

1989(1)

2004(3)

2006(11)

2007(67)

2008(75)

2009(46)

2010(8)

2011(1)

a música é a mãe de todos os vícios(16)

a música é mãe de todos os vícios(1)

apartes(3)

arte(2)

artwork(2)

cinema(190)

concertos(25)

críticas cinema(8)

críticas literatura(1)

críticas música(1)

efemérides(1)

entrevista(1)

festivais(2)

fotografia(1)

literatura(11)

momentos "saduf! muito bom!"(9)

música(231)

musica(1)

notícias cinema(1)

notícias música(7)

notícias televisão(3)

obituário(2)

off-topic(8)

pintura(2)

promessas(2)

quem escreve assim não é gago(7)

revistas(1)

televisão(101)

tops(7)

velhas pornografias(3)

videojogos(3)

todas as tags

▪ links

▪ subscrever feeds